Newsletter de Outubro


. BLOOM SATIVUM .

OUTUBRO

""A árvore plantada no Outono tem um ano de abono."

Mesmo sem se ter um comando para ligar uma televisão sente-se a vastidão do que queimou e não é só pelo poder da sugestão que ainda se sente o cheiro a fumo. Ao mesmo tempo que se sente a chuva com uma presença já esquecida, os cafés enchem-se de conversas sobre fogos, as mercearias passam a ser centro de debate sobre o que queremos para o futuro desta Terra portuguesa. Podem dizer que há 3 meses foi igual e depois desvaneceu, mas sem dúvida que o cansaço de sentirmos a devastação está a criar uma energia de acção que se propaga a olhos vistos.

Muitos de nós sabemos que em Portugal o tempo de reacção se perde muitas vezes nas palavras e nunca se soltam das amarras do discurso. Sei que posso parecer ingénua, mas acredito que desta vez estamos finalmente a perceber que é nosso dever saltarmos para o fazer. Não temos que esperar que os senhores que se sentam diariamente na sala de meia lua lá na capital se decidam em relação à forma de actuação neste estado de enegrecimento.

Todos podemos fazer a diferença. Todos temos em nós uma capacidade de reconexão à Terra, porque nós somos parte dela, mesmo que adormecidos. Vamos nos juntar, não só para falar de sugestões mas para criar uma Economia baseada na Ecologia, na gestão dos recursos naturais que partem de um conhecimento profundo sobre a matéria-prima. Podemos usar livros, mas também podemos usar a árvore em si para nos ensinar, afinal nela existe a capacidade de geração de milhares de livros e só tem que ser plantada.

Depois dos dias que passei em Pedrógão Grande com o pessoal da Rede Reflorestar Portugal e outros com vidas inspiradoras vim com o sentido de missão bem mais aguçado. As aveleiras já estão semeadas, as propagações estão a ser iniciadas, as pessoas que me rodeiam percebem da importância dos meus actos e têm me devolvido o brilho nos olhos de quem sabe que está a fazer o certo.

Sei que nos últimos anos me dediquei ao lado mais sensível da comunicação entre reinos. Agora com essa bagagem tão preciosa quero ser agente de mudança, de usar a energia que me preenche para cuidar activamente do espaço comum. Por isso, agora que esta linha de contactos cresceu, peço-vos que entrem em contacto connosco se sentirem que podemos trabalhar juntos no que quer seja para fazer este ressurgimento.

Daqui a nada está aí o Dia das Bruxas, dos Mortos, de Todos os Santos ou da Lua da Neblina.

Vamos aproveitar estas datas para honrar os que conheciam a força renovadora da transmutação, os que morreram para inspirar a mudança e para reconhecermos a capacidade infindável que a humanidade tem de acelerar processos de decomposição, de semear sementes e de fazer desta Terra um lugar melhor.

Estamos juntos em cada passo com as mãos e bolsos cheios de sementes!

Continuar a ler...

Todos os meses uma carta cheia de verde chegará directamente à vossa caixa de correio electrónico, subscrevam!

#newsletter

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now